Logo Agile SchoolLogo Agile School
Logo Agile SchoolLogo Agile School
0
R$0.00 0 item

Nenhum produto no carrinho.

Como se tornar Product Owner sem ter experiência

Um dos temas mais pedidos em nossos canais digitais, são dicas para se tornar Scrum Master e/ou Product Owner sem ter experiência prévia. Por isso, neste conteúdo, vamos te trazer dicas reais e aplicáveis para você começar na carreira de especialista em Produto através do Scrum.

Agora, se você quer ser Scrum Master, esse artigo aqui é ideal para te ajudar nessa jornada

Bom, voltando para o papel de Product Owner, a primeira oportunidade é o momento no qual a experiência como Product Owner começará a ser lapidada, e para que isto aconteça, o candidato deve trazer algumas questões para que o possível empregador tenha segurança ao dar esta primeira chance. Isso porque, a função de Product Owner é de uma responsabilidade enorme para o time e organização em que ele estará trabalhando.

Então, quais são essas questões para se ter cuidado para que o empregador se sinta confiante ao contratar um Product Owner sem ter experiência? Vamos entender isso a seguir!

Passos antes de se tornar um Product Owner

  • Conquistar posições

Para assumir o papel de Product Owner, uma das maneiras mais adequadas é subir posições dentro de um time e/ou empresa. Seja você uma pessoa desenvolvedora, Scrum Master, analista de negócios, entre outros papéis que possuem mais relação com a pessoa de Produto. Isso é importante para, aos poucos, você aprender e desenvolver as soft skills necessárias para o papel, demonstrar interesse, ir somando sua experiência e estar próximo, de forma que, se tornar um Product Owner, seja quase uma consequência natural.

Isso porque estando dentro do time ágil, a organização já te conhece como profissional, sabe como você trabalha e, por consequência, se sinta mais confiante em te dar uma oportunidade para mudar de carreira ali mesmo, levando em consideração que você entende bastante do negócio e isso é uma das principais habilidades do PO.

  • Conhecimento do mercado

Mas, o que fazer caso a empresa em que você está trabalhando não tenha perspectiva de ter um time ágil ou desenvolver a transformação ágil? Neste caso, é importante analisar as empresas ou áreas para as quais pretende atuar como PO. Por exemplo, se você já atua como um analista financeiro, esta experiência tem grande valor para o contratante de um Product Owner neste segmento, mesmo que não tenha atuado ainda como um Product Owner de fato.

Isso porque, seu papel como analista financeiro garante um conhecimento valioso sobre essa área, de forma técnica e, na hora de um processo seletivo, isso vai te ajudar! Entretanto, se além desta competência mais específica, você tiver algum curso ou certificado respeitado no mercado, isso é um ponto muito relevante num processo seletivo.

  • Conhecimento de Design

Um Product Owner capacitado para a atual onda de Agilidade e Produtos Digitais que vivemos, deve levar em consideração questões como “User Experience”, por exemplo. Afinal é papel do PO ser responsável pelo Produto, incluindo técnicas como Design Thinking, que fazem parte do hall de conhecimento de um bom Product Owner.

Por ser um papel tão multifacetado, vale ressaltar que nem sempre todas estas habilidades deverão ser utilizadas. Porém, mostrar que você está preparado para quando for necessário, dará muito mais tranquilidade para o empregador e, para dominar estas habilidades, não é necessário estar já atuando como um Product Owner.

  • Soft Skills

Além de questões relacionadas ao papel do Product Owner, é também importante que o profissional domine outras habilidades que serão importantes para a execução deste papel, como: liderança, comunicação, tratamento em equipe, resiliência… E, tudo isso deve ser mostrado em um processo seletivo para conquistar esse papel..

Assista à esse conteúdo agora

Conclusão

Para que você possa demonstrar que está apto para exercer o papel de Product Owner, tudo isto que foi demonstrado aqui é importante que seja trabalhado, pois será valorizado pela empresa empregadora - para que esta tenha maior confiança na hora de dar a oportunidade ao profissional.

Além disso, certificações como a PSPO I (da Scrum.org) também tem um peso positivo no currículo - sendo esta uma das mais desejadas pelo mercado. Saiba mais agora sobre esta certificação através do treinamento Professional Scrum Product Owner, clicando aqui.

menu