Logo Agile SchoolLogo Agile School
Logo Agile SchoolLogo Agile School
0
R$0.00 0 item

Nenhum produto no carrinho.

O que é a Sprint Review?

A Sprint Review é o penúltimo evento da Sprint, geralmente acontece no seu último dia e tem por objetivo a inspeção do Incremento de Produto desenvolvido naquela Sprint e adaptação do Product Backlog caso necessário.

Esse é o único evento no qual, por definição, temos a participação de pessoas externas ao Time Scrum. Esses “envolvidos” na criação do produto, seja um patrocinador, membro da área usuária, parte da governança corporativa, compliance ou qualquer papel que tenha interesse e influência sobre o escopo da solução, devem ser convidados pelo PO para estarem presentes.

Portanto, o fórum participante da Sprint Review é todo o Scrum Team (PO, SM e Dev Team) e os Stakeholders. A ideia é que todos deem feedback sobre o que já foi feito, troquem informação, discutam as oportunidades de mercado para o produto e colaborarem sobre o que vem a seguir.

Como acontece a dinâmica?

A Sprint Review tem uma dinâmica sugerida pelo Scrum Guide. O evento começa com o Product Owner falando sobre o Objetivo da Sprint e quais itens estão "Prontos" - ou seja, aqueles que atenderam a definição de pronto estabelecida - e quais não estão, caso o Sprint Backlog não tenha sido completamente concluído. Contudo, esta não é uma reunião de status e a apresentação do incremento destina-se a motivar, coletar feedback e promover a colaboração.

Em seguida, o Time de Desenvolvimento apresenta o que foi bem dentro da Sprint, que problemas ocorreram e como estes foram resolvidos, e por fim realiza uma demonstração do incremento "Pronto" e que estará disponível para ser lançado.

Por fim, o PO fornece uma visão de budget, roadmap de produto e prováveis próximas datas de entrega. Além de ser mais uma oportunidade para todos colaborarem sobre os próximos passos, possíveis dependências externas e débitos técnicos previamente conhecidos devem estar mapeados e dar transparência para todos os presentes.

Cabe ao Scrum Master garantir que o evento ocorra e que os participantes entendam o seu propósito, ensinando a todos os envolvidos a manter a reunião dentro do time-box (limite máximo de tempo). Como referência, para Sprints de 4 semanas, o time-box da Review é de 4 horas e proporcionalmente menor para Sprints menores.

 

Nenhum incremento pode ser mostrado? E agora?

Mesmo na ocasião do time Scrum não ter um incremento pronto para inspecionar, a Sprint Review deve ser mantida como uma forma de:

1º) dar transparência aos stakeholders do trabalho desenvolvido, não é porque não houve entrega de incremento pronto, que o time não trabalhou;

2º) obter feedback dos stakeholders;

3º) mostrar os avanços e problemas encarados pelo time, como esses problemas impactaram a entrega e como foram resolvidos.

Conclusão

Ciclos curtos permitem que o Time Scrum foque no objetivo da entrega de valor. A Sprint Review tem o objetivo de mostrar a entrega sem causar "distúrbios" ao time ao longo da Sprint, ou seja, como as Sprints são curtas, o loop de feedback é rápido, o stakeholder não fica descolado do andamento do produto e assim o time consegue manter o foco naquilo que é importante, evitando interrupções ao longo do desenvolvimento, e as Reviews passam a ser uma oportunidade tanto de inspecionar o incremento, quanto de adaptar o Backlog do Produto caso seja necessário corrigir o seu curso, seja por estratégia, mudança de mercado ou tecnologia.

Se por outro lado, não houvesse essa oportunidade de ao menos uma vez ao mês, stakeholders estarem alinhados, o risco do time trabalhar em algo desalinhado com a entrega de valor cresceria de forma acentuada. Se assumirmos que o plano inicial está sempre certo e não fizermos esses alinhamentos intermediários, provavelmente ao final da entrega teremos surpresas e frustrações por parte do cliente.

menu