Logo Agile SchoolLogo Agile School
Logo Agile SchoolLogo Agile School
0
R$0.00 0 item

Nenhum produto no carrinho.

Processos seletivos não costumam ser fáceis para nenhuma das partes! Por isso, baseado em experiências vivenciadas na carreira de diversos Agilistas, gestores e profissionais da área de Pessoas, trouxemos cinco dicas essenciais para uma entrevista ao cargo de especialista em Agilidade, seja você o candidato ou o entrevistador.

1 – Pergunte sobre a experiência profissional do Agilista

Esta, é a famosa questão do “Me conte mais sobre sua experiência profissional…”. Mas, como estamos falando em Agilidade, é possível variar essa questão para: “Me descreva o seu dia a dia de trabalho, como agilista.” Com isso, busca-se coletar informações sobre as experiências práticas daquele profissional e, partir dessa resposta, elaborar as perguntas seguintes e até um bate-papo de entrevistador e entrevistado, para que o processo não se torne um jogo de perguntas e respostas unilateral.

Trabalhando em cima das respostas, é possível compreender detalhes sobre a forma que aquele candidato executa seu trabalho, a maneira de lidar com a equipe e as demandas que o recaem. Então, você como entrevistado, deve descrever precisamente a sua atuação nas empresas que colaborou e, como entrevistador, atente-se aos detalhes dessa resposta.

Algumas variações dessa pergunta também podem ser: “Me descreva o dia a dia de um Scrum Master” e, com isso, busca-se captar as mesmas informações que falamos aqui.

2 – Questione a profundidade dos conhecimentos de Agilidade

Neste tópico, é comum pedir algo como “Me descreva o Framework Scrum” (ou então, outro modelo de trabalho, sistema ou estratégia), e espera-se que o candidato descreva com detalhes cada um dos eventos, artefatos e papéis do Scrum e/ou detalhes da execução de outras práticas.

Vale lembrar que, para dinâmicas online, essa questão deve ser feita com bastante atenção. No momento anterior à entrevista, peça com educação para que o candidato não consulte materiais ou sites com as informações. Afinal, busca-se a precisão dos detalhes baseados na experiência e não algo decorado visto de algum site. Além disso, não é difícil notar se o profissional está olhando para outra tela! 

Dessa forma, você consegue compreender melhor o grau de conhecimento que aquela pessoa possui, se ela sabe apontar as diferenças entre os frameworks, se ela cita as métricas, os limites de WIP ou elementos de sistemas puxados, por exemplo. E, claro, não se esqueça de perguntar sobre os principais fundamentos ágeis.

3 – Aprofunde através das experiências em times ágeis

Seguindo a entrevista, busca-se um aprofundamento maior acerca das experiências que a pessoa entrevistada teve, e isso será feito a partir das respostas das perguntas anteriores. É comum questionar sobre termos da agilidade, seus conceitos e a diferença entre esse e outros modelos de trabalho (como o Waterfall).

Perguntas do tipo: “Quais são as métricas essenciais para um time ágil?” podem ser feitas para buscar da pessoa agilista uma profundidade sobre esse tema, se ela irá caminhar para uma linha focada em métricas de fluxo, operacionais, de processo, ou então para métricas de Produto, por exemplo.

Este será um momento muito mais técnico, pois o entrevistador quer entender, de forma precisa… E o leque de opções que esse candidato traz e o nível de experiência que essa pessoa possui serão grandes diferenciais.

4 – Entenda a capacidade sobre o ágil em escala

É importante, durante a entrevista, conhecer também a experiência do candidato com agilidade em escala, ou seja, o que ele já aplicou com isso ou o quanto entende sobre. Dessa forma, o entrevistador quer capturar qual a linha de segmentação que ela mais utiliza, se é a implementação de frameworks, as soluções diagnósticas, gestão de dependência ou desacoplamento de equipes.

E claro, como em todas as outras questões, nota-se na resposta o grau de conhecimento acerca desses princípios, como comunicação e gestão de demandas. Neste momento, não adianta ficar usando termos difíceis.

Uma outra variação de pergunta, que também serve para conhecer a forma de trabalhar, é: “Quantos times você, como Agilista, é capaz de servir ao mesmo tempo?”, e dependendo da resposta, o entrevistador é capaz de captar a responsabilidade do candidato. Afinal, ao responder algo acima de 3 times, por ser algo extremamente desafiador, é normal que se desconfie da qualidade daquele trabalho e do que a pessoa considera um serviço de valor.

5 – Definir o sucesso de um Scrum Master

Por fim, a quinta pergunta que sugerimos é sobre a definição de um Scrum Master de sucesso, onde busca-se entender a visão que esse candidato tem sobre o valor do agilista e o nível de responsabilidade do cargo, ou se, para ele, esse papel representa apenas alguém que agenda reuniões e presta serviços de apoio. 

Com a resposta obtida, busca-se compreender o caminho para onde esse agilista busca seguir quando estiver representando essa função, seu direcionamento de tarefas e ações. 

Você também pode assistir esse conteúdo em nosso canal no Youtube! Clique aqui e confira.

DICA BÔNUS

Sabemos que o processo seletivo vai muito além dessas cinco questões que trouxemos, pois como falamos no começo, a ideia não é que seja um jogo de perguntas e respostas. Mas não poderíamos deixar de trazer uma última dica, que é a questão sobre as fontes de conhecimento sobre agilidade. 

Assim, você entende suas referências, materiais de estudos, livros e outros canais que podem ser utilizados por este candidato para alavancar sua carreira ágil. E, você, candidato, consegue mostrar sua referência para estudos e aprimoramentos.

Por fim, se você está participando de algum processo, não tenha medo da entrevista e mostre a sua vontade e capacidade de representar aquele cargo. E, caso você seja o Agilista entrevistador, use essas dicas para encontrar o melhor profissional para a vaga oferecida.

E não deixe de valorizar certificações e conteúdos realmente práticos para ajudar em sua jornada profissional! Confira mais detalhes sobre o treinamento Professional Scrum Master – um dos mais desejados por especialistas no mercado atualmente.

menu