Logo Agile SchoolLogo Agile School
Logo Agile SchoolLogo Agile School
0
R$0.00 0 item

Nenhum produto no carrinho.

Saiba como produzir mais e melhor com Lean

Lean ficou bastante conhecido ultimamente por suas diversas práticas e ferramentas. Basicamente, o método visa evitar desperdícios, não só financeiro, mas também de tempo, processos e capital humano.

Essa filosofia, por assim dizer, surgiu em meados de 1950 como uma forma das empresas fazerem mais com menos, ou seja, com maior produtividade, por meio da melhoria contínua dos seus processos internos e com foco intenso no cliente.

Vamos entender melhor nesse artigo o que é a Filosofia Lean e como ela pode ajudar a sua empresa a crescer. 

O que é a Filosofia Lean?

Lean, em português, quer dizer enxuto.

Isso significa que a Filosofia Lean institui o uso dos recursos estritamente necessários para a realização de um determinado trabalho, evitando desperdícios.

Quando aplicada à gestão de negócios, o Lean minimiza desperdícios em diversas frentes, seja na área de TI, de Marketing, de Administração, RH, Indústria, entre outras.

Líderes e gestores se tornam capazes de aproveitar melhor o tempo dos colaboradores e aumentar a produtividade de sua equipe, tomando algumas ações, sendo elas:

  • identificar e eliminar constantemente problemas que atravancam os processos;
  • garantir que o fluxo de trabalho esteja claro para todos, eliminando ruídos na comunicação;
  • indicar sempre quais demandas e entregas são prioritárias;
  • fornecer o suporte necessário para que a equipe possa efetuar entregas contínuas e de qualidade;

Associada ao Manifesto Ágil, a Filosofia Lean prevê diversas práticas para enxugar e dar mais leveza aos processos de desenvolvimento.

Uma curiosidade é que a Filosofia Lean surgiu na montadora japonesa de veículos Toyota.

Mas, apesar de ter suas origens na indústria de manufatura, o conceito ganhou espaço em quase todos os ambientes, sejam de negócios ou não.

Os 5 Princípios do Lean

Os conceitos abordados aqui podem ser abstraídos para diferentes contextos.

Essa característica de filosofia e forma de pensar (mindset) é o ponto forte para a aplicação do Lean.

Para ser verdadeiramente Lean, não é obrigatório aplicar ferramentas e dinâmicas específicas, seguir modelos ou certificações, basta vivenciar certos princípios que são mostrados a seguir:

  • Valor: consiste em identificar definir o que é Valor para o cliente;
  • Fluxo de Valor: significa dissecar a cadeia produtiva e separar os processos em três tipos. Aqueles que efetivamente geram valor; aqueles que não geram valor, mas são importantes para a manutenção dos processos e da qualidade; e, por fim, aqueles que não agregam valor, que devem ser eliminados imediatamente;
  • Fluxo Contínuo: deve-se dar fluidez aos processos e atividades, de modo a perceber que o valor é criado sem obstáculos e impedimentos;
  • Produção Puxada: permite inverter o fluxo produtivo. As empresas não mais empurram os produtos para o consumidor (desovando estoques) através de descontos e promoções; o consumidor passa a puxar o Fluxo de Valor, reduzindo a necessidade de estoques e valorizando o produto;
  • Perfeição: deve ser o objetivo constante de todos os envolvidos nos fluxos de valor. A busca pelo aperfeiçoamento contínuo em direção a um estado ideal deve nortear todos os esforços da empresa em processos transparentes, nos quais todos os membros da cadeia tenham conhecimento do processo como um todo, podendo dialogar e buscar continuamente melhores formas de se criar valor.

 

Por que implementar o Lean?

São diversas as vantagens de se adotar o Lean em sua empresa.

Ele traz uma série de benefícios e é muito importante estar a par de quais são esses benefícios para saber se a metodologia Lean faz sentido para o seu negócio.

Os principais benefícios e vantagens da metodologia são:

  • aumenta a agilidade e produtividade do time;
  • elimina desperdícios e gastos desnecessário;
  • cria um diferencial competitivo para sua empresa frente a concorrência;
  • consumidores mais satisfeitos com o resultado final dos produtos;
  • torna o time mais flexível e adaptável às novas situações e desafios;
  • possibilita colaboradores mais engajados e participativos
  • potencializa os seus lucros.

Como adotar a Filosofia Lean?

A partir de agora, vamos sugerir algumas ferramentas e técnicas para implementar o Lean na sua empresa.

Vamos conferir duas técnicas-chave a serem seguidas:

Estabeleça o Norte a ser seguido

Use uma ferramenta de Canvas (nesse caso o BMC) para montar seu modelo de negócio, que nada mais é do que diagramar todos os aspectos relevantes de uma empresa.

O Canvas serve como ponto de referência (um Norte) e também uma linguagem comum para o alinhamento da equipe.

Quadrantes do BMC: o Canvas costuma ser dividido em 9 blocos onde cada um é acompanhado por perguntas que irão ajudar a definir seu conteúdo:

  1. Parcerias Principais: quais são seus principais parceiros e fornecedores e quais atividades vocês podem desenvolver juntos?
  2. Atividade-Chave: quais são as atividades mais relevantes para o seu negócio
  3. Recursos: Quais são os principais recursos que seu negócio requer? 
  4. Estrutura de custos: Quais são os custos mais importantes inerentes ao nosso negócio?
  5. Proposta de valor: qual  problema está sendo resolvido ou que necessidade está sendo suprida por meio de seu produto ou serviço?
  6. Relacionamento com os clientes: que tipo de relação você deseja estabelecer e como ela se integra ao seu modelo de negócio?
  7. Canais: através de quais canais nossos clientes querem ser alcançados?
  8. Segmento de Clientes: quem são nossos clientes?
  9. Fluxo de Receita: qual valor os clientes estariam dispostos a pagar e como eles gostariam de pagar?

Adote um Desenvolvimento Ágil

Os princípios do Lean pedem uma estrutura dinâmica e versátil na implementação/ desenvolvimento dos produtos.

Isso é necessário para adaptar os processos internos na busca pela melhoria contínua e aprimoramento das entregas.

As práticas ágeis surgiram para fazer frente às práticas convencionais de gestão de projetos.

Nesse novo conceito, ao invés de ser feita apenas uma entrega, ao longo do período de desenvolvimento, são feitas diversas entregas curtas, colocando sempre o cliente no centro, priorizando suas necessidades de forma que agregue mais valor ao negócio.

Os princípios do Manifesto Ágil são:

  • Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas.
  • Software em funcionamento mais que documentação abrangente.
  • Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos.
  • Responder a mudanças mais que seguir um plano.

A agilidade é, hoje, aplicada em diversas empresas usando ferramentas como Scrum e Kanban.

São oferecidas diversas práticas que irão auxiliar as equipes a desenvolver seus projetos de acordo com os princípios ágeis, evitando assim, perda de tempo e recursos.

Conte com a Agile School para transformar a sua empresa em uma empresa ágil e Lean agora mesmo. Confira nossas próximas turmas agora mesmo!

menu